que socialite quite dívida antes de doar a Lula; ‘perseguição’, diz ela

17 Ago 2017 em Nacionais, Notícias

socialite

A Justiça de São Paulo determinou que Roberta Luchsinger, herdeira de um ex-acionista do banco Credit Suisse, pague o que deve a uma loja de decoração antes de pensar em doar dinheiro a alguém. Ela havia prometido presentear Luiz Inácio Lula da Silva com o equivalente a R$ 500 mil depois que o ex-presidente foi condenado e teve os bens bloqueados por decisão do juiz Sérgio Moro. Depois da decisão, a socialite postou em sua página do Facebook que vai “dobrar a doação”.

A ordem foi dada pelo juiz Felipe Albertini Nani Viaro, da 26º Vara Cível, que deferiu o pedido de uma loja de decoração para a execução imediata de uma dívida. O estabelecimento comercial cobra R$ 62 mil da socialite, que teriam ficado pendentes após a venda de móveis.

Fonte: G1

Paulo Silvino, ator e humorista, morre aos 78 anos no Rio

17 Ago 2017 em Nacionais, Notícias

altas-horas-233535-

Morreu, na manhã desta quinta-feira (17), aos 78 anos, o ator Paulo Silvino, que lutava contra um câncer no estômago. Segundo a Central Globo de Comunicação, o humorista morreu em casa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, no início da manhã. Em redes sociais, o filho mais novo do ator, João Paulo Silvino, lamentou a morte do pai. “Que Deus te receba de braços abertos meu pai amado”.

Fonte: G1

Manifestantes jogam ovos em evento com João Doria em Salvador

08 Ago 2017 em Nacionais, Notícias

video-doria-reproducao

O prefeito de São Paulo, João Doria, foi atingido por um ovo, quando chegava à Câmara Municipal de Salvador, na noite desta segunda-feira (7), onde recebeu o título de cidadão soteropolitano.

A solenidade de entrega do título ocorreu com a presença do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), do presidente da Câmara, Léo Prates (DEM), além de outros integrantes do cenário político da Bahia.

O jornalista Victor Pinto publicou, em seu perfil do no Twitter, um vídeo do momento em que Doria é atingido.

Fonte: G1

MPF oferece à Justiça mais duas denúncias contra Sérgio Cabral

08 Ago 2017 em Nacionais, Notícias

cabral-presta-depoimento

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu à Justiça mais duas denúncias contra o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, a partir de investigações da Lava Jato, sendo elas a 13ª e 14ª operações da força-tarefa do MPF/RJ, além de uma de Curitiba.

A Força Tarefa do Rio de Janeiro já denunciou o ex-governador e mais 23 pessoas na Operação Ponto Final por crimes com a Fetranspor.

A investigação do Ministério Público Federal (MPF) que levou à deflagração da Operação Ponto Final indica que Sérgio Cabral recebeu cerca de R$ 122 milhões em propina por meio do operador e braço-direito Carlos Miranda – ambos já estão presos. No total, o MPF denunciou que foram movimentados cerca de R$ 260 milhões em valores indevidos em troca de benefícios às empresas de ônibus.

Ainda segundo a investigação, Rogério Onofre, ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do RJ (Detro), teria recebido mais de R$ 44 milhões; Lelis Marcos Teixeira, presidente da Federação das Empresas de Transporte do RJ (Fetranspor), pouco mais de R$ 1,57 milhão; José Carlos Reis Lavoura, conselheiro da Fetranspor, mais de R$ 40 milhões; e Jacob Barata Filho, empresário do setor de transportes, teria recebido R$ 23 milhões.

Fonte: G1

59% dos deputados investigados pela Lava Jato votaram para arquivar denúncia

03 Ago 2017 em Nacionais, Notícias

Votação-da-denúncia-contra-Temer-na-Câmara-será-em-2-de-agosto

 

arquivamento da denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer no plenário da Câmara contou com uma mãozinha de 36 deputados investigados pela Operação Lava Jato, a mesma que acusa o chefe do Executivo federal de ter sido beneficiário de uma propina de R$ 500 mil paga pela holding J&F, dona do frigorífico JBS.

Dos 61 deputados investigados pela Lava Jato, 59% deles foram aos microfones do plenário da Câmara para votar pelo arquivamento da acusação (veja abaixo como votou cada um dos investigados).

Por outro lado, 24 alvos da Lava Jato na Câmara (39% dos investigados) se manifestaram a favor da denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR). A maioria dos que votaram contra o arquivamento é integrante de partidos que fazem oposição ao governo Michel Temer (13 do PT e 1 do PC do B).
Desses 24, apenas 10 fazem parte da base aliada do presidente da República.

4 do PP
3 do PSDB
1 do PSD
1 do PTB
1 do DEM

Na sessão desta quarta (2), a Câmara dos Deputados barrou, por 263 votos a 227, o prosseguimento da denúncia apresentada em junho pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Fonte: G1

Prioridade agora é reforma da Previdência, diz ministro Eliseu Padilha

03 Ago 2017 em Nacionais, Notícias

eliseu-padilha-pmdb-rs-pedro-franca-agencia-senado

 

Barrada no plenário da Câmara a denúncia pelo crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, o governo planeja retomar a agenda de reformas. A prioridade permanece na reforma previdenciária, conforme afirmou o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) ao G1.A simplificação tributária e alterações na legislação eleitoral também estão no radar do Palácio do Planalto, mas o chefe da Casa Civil classifica a reforma da Previdência como prioridade “A” do governo.

“As contas do Brasil não podem cair no descontrole absoluto. Temos que retomar e concluir a reforma da Previdência”, afirmou.

Apesar do discurso pró-reformas, a principal preocupação no governo, segundo apurou o G1, é motivada pela possibilidade de a Procuradoria Geral da República apresentar uma nova denúncia contra o presidente. A acusação, mais uma vez, atrasaria o calendário de votações.

A segunda denúncia também se basearia em fatos descritos na delação dos donos e executivos do grupo J&F, que controla o frigorífico JBS. Em junho, Temer foi denunciado pelo crime de corrupção passiva. Para que o Supremo Tribunal Federal (STF) analisasse a acusação, era preciso o aval da Câmara. Nesta quarta-feira (2), o plenário decidiu barrar o encaminhado da denúncia à Corte, deixando o caso parado até o final do mandato do peemedebista, em dezembro de 2018.

A possível segunda denúncia pode reunir os crimes de obstrução da Justiça e organização criminosa. A previsão é que seja finalizada e apresentada no STF até setembro, quando termina o mandato do atual procurador-geral Rodrigo Janot.

 

Fonte: G1

Câmara nega autorização para processo contra Temer no Supremo

03 Ago 2017 em Nacionais, Notícias

Michel-Temer

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira, por 263 votos a 227 e 2 abstenções, a autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF) abrir processo criminal contra o presidente da República, Michel Temer, por crime de corrupção passiva (SIP 1/17), seguindo parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

“A decisão da Câmara dos Deputados de não autorizar a instauração de processo contra o presidente da República será comunicada ao Supremo Tribunal Federal, no prazo regimental”, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao anunciar o resultado.

No total, 492 dos 513 deputados votaram o parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Rodrigo Maia deixou de votar por motivo de impedimento regimental, por estar comandando a sessão.

 

Para entender o caso

A denúncia do procurador-geral contra Temer foi elaborada a partir de delação premiada do empresário Joesley Batista, do grupo J&F, que controla o frigorífico JBS e outras empresas.

Segundo Janot, Temer teria recebido R$ 500 mil do empresário por meio do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, então assessor especial de Temer. Rocha Loures chegou a ser preso em junho por determinação do ministro Edson Fachin, do STF, relator do inquérito sobre o caso (Inq 4517). No final do mesmo mês, a prisão foi convertida em prisão domiciliar.

Janot pediu reparação de danos pela infração (de R$ 10 milhões para Temer e de R$ 2 milhões para Rocha Loures); perdimento dos recursos em favor da União; e decretação da perda da função pública.

Como a denúncia é por crime comum, a Constituição Federal determina o julgamento pelo STF, mas desde que 2/3 dos deputados considerem procedente a acusação. Na Câmara, a denúncia foi transformada na Solicitação para Instauração de Processo (SIP) 1/17.

A SIP foi debatida na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, que aprovou em julho parecer contrário à autorização para o Supremo investigar o presidente da República.

O parecer foi elaborado pelo deputado Paulo Abi-Ackel após a comissão derrotar parecer favorável apresentado anteriormente pelo deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ). Abi-Ackel considerou que, na denúncia da PGR, não há provas que justifiquem processo contra Temer.

 

Fonte: Câmara dos Deputados

Ganho de taxistas e motoristas de apps de transporte cai com alta do combustível

28 Jul 2017 em Nacionais, Notícias

motorista-uber-pop (1)

Há dois anos desempregado, o músico Antonio Gonçalves, motorista dos aplicativos Uber, Cabify e 99 em São Paulo, disse que vai trabalhar mais para compensar a alta do combustível. “Vou ter que fazer duas ou três viagens a mais por dia ou tirar esse valor por fora. Eu dou aula de música também”, disse.

No posto em que ele abastece, o preço do litro subiu 6,6% na sexta-feira (21), quando o aumento entrou em vigor, de R$ 3 para R$ 3,20.

Gonçalves gasta R$ 500 a R$ 600 por semana com combustível. Nas suas contas, ainda vale a pena ser motorista nos aplicativos de transporte. “Dá pra tirar R$ 9 mil por mês, bruto, se você dirigir nos melhores horários e souber escolher as regiões da cidade que têm mais chamadas”, disse.

Fonte: G1

Após vazamento de vídeo, polícia apura suposto estupro de padre a coroinha de 14 anos em igreja de MG

28 Jul 2017 em Nacionais, Notícias

padreemcima

A Polícia Civil de Arceburgo (MG) investiga um padre suspeito de ter abusado sexualmente de uma menina de 14 anos. A investigação teve início após a Polícia Militar receber uma denúncia anônima sobre um vídeo que circula nas redes sociais com imagens do suposto estupro. O padre foi afastado pela Igreja. Ele não foi encontrado para comentar o caso.

O boletim de ocorrência da Polícia Militar foi registrado na tarde de quarta-feira (26). A vítima é coroinha na igreja onde o suspeito é pároco. Os abusos teriam começado em março deste ano, segundo relatos da família aos policiais.

A polícia ouviu também a estudante, que a princípio negou os fatos. Pouco tempo depois, a mãe da menina teve conhecimento das imagens e foi até a Polícia Civil, onde a menina teria confirmado os abusos. Segundo relato da vítima à polícia, o primeiro abuso aconteceu após uma celebração ecumênica. Na paróquia, o padre teria tirado a blusa da menina e a beijado.

No vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o padre em cima da menina, que está sem a parte de cima da roupa, a beijando na boca.

Fonte: G1

Bandeira tarifária será vermelha em agosto; taxa extra nas contas de luz sobe

28 Jul 2017 em Nacionais, Notícias

conta_de_luz_da_cpfl_tera_desconto_de_1528_em_abril

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (28) que durante o mês de agosto vai vigorar a bandeira tarifária de cor vermelha, patamar 1. Isso significa que aumentará para R$ 3 o valor da taxa extra cobrada para cada 100 kWh de energia consumidos.

Ao longo do mês de julho, vigorou a bandeira amarela, que implica na cobrança de R$ 2 para cada 100 kWh consumidos.

Fonte: G1


SIDY'S NAS REDES SOCIAIS



Botch das divs centrais
COPYRIGHT 2014 - SIDY’S TV A CABO | DESENVOLVIDO PELA TAG CRIATIVA | CAIO VIDAL